11 de janeiro de 2018 às 20:45

Cantor Seal acusa Oprah Winfrey de ter sido cúmplice de Harvey Weinstein

Quatro dias após Oprah Winfrey ter feito um discurso o machismo e a onda de assédios sexuais, o cantor Seal acusa a apresentadora de ter sido conivente com o produtor Harvey Weinstein.

Quatro dias após Oprah Winfrey ter feito um discurso o machismo e a onda de assédios sexuais, o cantor Seal acusa a apresentadora de ter sido conivente com o produtor Harvey Weinstein.

Em seu perfil numa rede social, o músico postou uma série de fotos em que Oprah aparece confraternizando com Weinstein sob os dizeres: "Quando você é parte do problema por décadas, mas de repente você é a solução".

Ele se refere ao fato de que ela já é cotada para disputar a presidência dos Estados Unidos em 2020.

Seal também deu a entender que ela é cúmplice do histórico de assédios do produtor.

"Oh, eu esqueci, está certo...", escreveu. "Você ouviu os rumores, mas não fazia ideia de que ele estava de fato assediando jovens atrizes, que por sua vez não faziam ideia daquilo no que estavam se metendo".

O tema da onda de assédios sexuais esquentou após cem artistas francesas, entre elas a atriz Catherine Deneuve, assinarem um manifesto defendendo que "homens são livres para abordar" mulheres.

Weinstein, cujas denúncias foram o estopim para que outros homens fossem

Fonte: FOLHA

comentários

Estúdio Ao Vivo